Notícias

Rumor: Microsoft está preparando “Surface Phone” com a Intel, mas ele vai demorar

Há tempos, circulam rumores de que a Microsoft estaria preparando um “Surface Phone”, isto é, um smartphone com Windows feito pela mesma equipe dos tablets Surface. Segundo o Windows Central, isso realmente está acontecendo – mas o projeto deve demorar um pouco até ser lançado.

Os detalhes ainda são escassos, mas acredita-se que o aparelho será lançado no segundo semestre de 2016, provavelmente próximo a outubro, quando a Microsoft costuma renovar sua linha de hardware.

O smartphone estaria sendo feito pela equipe de Panos Panay, responsável pela engenharia de dispositivos premium da Microsoft, o que inclui os tablets Surface e o laptop Surface Book.

O Windows Central diz que a equipe “está atualmente explorando diferentes tecnologias”, fabricando hardware diretamente no campus da Microsoft. Em um perfil recente de Panay, a Wired notou que uma máquina estava fazendo o protótipo de um novo celular.

A Intel estaria envolvida de alguma forma, e aparentemente vai “co-desenvolver um chipset para o celular para além dos processadores Qualcomm normalmente encontrados em smartphones com Windows”.
Muitos especulam que o Surface Phone conseguiria rodar programas tradicionais do Windows por usar um processador x86. Atualmente, o Lumia 950 e 950 XL rodam somente aplicativos universais – programas feitos para smartphone e para telas maiores – através do Continuum.

No entanto, programas tradicionais do Windows consomem mais energia, e exigem recursos adicionais de software. O Windows Central lembra que “o problema com essa ideia é que há um monte de obstáculos técnicos para resolver”, e não confirma se realmente teremos este recurso no Surface Phone.

Um smartphone premium vindo da equipe do Surface agora faz mais sentido: este ano, a Microsoft passou a lucrar com sua linha de tablets, e Panay se tornou chefe da divisão de Dispositivos em julho. A ideia vem circulando há algum tempo entre fãs do Windows Phone, e pode estar se tornando realidade – mas será preciso ter um pouco de paciência.

Fonte: gizmodo