Notícias

Apple pode lançar óculos de realidade aumentada com iPhone 5G em 2020.

Após indícios de que a Apple está trabalhando em um óculos de realidade aumentada aparecerem no mês passado, o Bloomberg aponta que o dispositivo pode chegar em 2020 como um acessório para o iPhone 5G. As informações são do jornalista Mark Gurman, especialista na cobertura da gigante de Cupertino.

De acordo com as especulações, a Apple pretende trazer seu headset voltado para realidade aumentada ao mercado em 2020. Gurman aponta que o dispositivo deve chegar com objetivos similares ao do Google Glass, mas tentando desviar dos problemas que fizeram o produto fracassar com o público e migrar para o setor corporativo.

Segundo o texto publicado na agência de notícias, os supostos Apple Glasses devem chegar como um acessório que funciona em parceria com os iPhones. O dispositivo teria displays holográficos no lugar das lentes e serviria para exibir informações em realidade aumentada, além de fornecer uma nova experiência para o usuário consumir jogos e aplicativos.

"As expectativas são de que os óculos sejam sincronizados com o iPhone para exibir itens como textos, e-mails, mapas e jogos no campo de visão do usuário", explica Gurman. De acordo com a publicação, a Apple também está preparando o terreno para a chegada das novas tecnologias e contratando diversos especialistas em games e recursos gráficos para alimentar seu ecossistema de AR.

Ano revolucionário

A Apple não comentou oficialmente sobre o assunto e todas as informações trazidas pela publicação da Bloomberg devem ser consideradas especulações. Mesmo assim, as expectativas em cima da Apple para o ano de 2020 continuam altas.

Além de possivelmente marcar a chegada do dispositivo de AR da marca, a estreia da firma no segmento de 5G acontece em 2020, após seguidas quedas nas vendas do iPhone. A companhia também disponibiliza em breve o Apple TV+ para fortalecer sua estratégia voltada para os serviços, que são uma nova aposta para manter a receita em alta durante o ano que vem.

Fonte: tecmundo