Notícias

Homem que diz ter criado o e-mail processa site por difamação e pede US$ 35 mi

Um homem de Massachusetts está processando um grupo de mídia por difamação, alegando ter inventado o e-mail em 1978, quando tinha 14 anos. Como recompensa pelos problemas que enfrentou, o americano pede US$ 35 milhões.

Há anos Shiva Ayyadurai luta para ser reconhecido como o inventor do e-mail. Ele até tem um site, www.inventorofemail.com. Agora, Ayyadurai decidiu processar a Gawker, controladora do site Gizmodo, além de pedir uma retratação pública referente a dois artigos publicados em 2012: "Corrupção, mentiras e ameaças de morte: A história louca do homem que fingiu inventar o e-mail" e " O inventor do email não inventou e-mail?".

Depois dos artigos, o homem teria tido palestras canceladas, além de ter seu contrato para lecionar no departamento de bioengenharia do MIT e o financiamento de seu laboratório revogados.

Polêmica

"A verdade é que eu inventei e-mail em 1978, quando fui contratado como pesquisador de 14 anos de idade na Universidade de Medicina e Odontologia de Nova Jersey (UMDNJ), localizada em Newark. Eu tinha que criar um sistema de software que duplicasse os recursos do sistema de mensagens de dentro do escritório, que era simplesmente um envelope pardo que, fisicamente, circulou em torno de um local de trabalho. O envelope continha o memorando com anexos e comentários de vários destinatários sobre um determinado tópico. Eu nomeei meu software 'e-mail', (um termo nunca usado antes no idioma Inglês), e até mesmo recebi o primeiro Copyright dos EUA para esse software, me reconhecendo oficialmente como o inventor do e-mail, em um momento em que os direitos de autor eram a única maneira de reconhecer invenções de software", explica Ayyadurai.

Fonte: Olha Digital

Usamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Cookies.