Notícias

Novo material pode acelerar o processamento de eletrônicos.

Um novo material descoberto por físicos da Ames Laboratory pode trazer um enorme salto nas tecnólogas que utilizamos atualmente. O PtSn4, uma liga de platina e estanho, chamou a atenção dos cientistas por sua estrutura eletrônica única, que permite que elétrons viagem por ele com uma velocidade que se aproxima à da luz – um fenômeno conhecido como a “Dispersão de Dirac”. Embora o fenômeno em si não seja desconhecido, o PtSn4 é o primeiro a mostrá-lo de maneira tão eficiente. Isso porque a dispersão de Dirac depende dos assim chamados Pontos de Dirac, algo presente apenas em alguns poucos compostos; apenas em 2015, por exemplo, uma equipe de cientistas foi capaz de criar um material com alguns poucos pontos presentes. O que impressiona no PtSn4, porém, é que ele está repleto desses pontos de Dirac o que o torna ainda mais eficiente na transmissão de elétrons. Não apenas isso: eles são tão próximos uns dos outros que chegam a formar linhas, assim batizadas de “Arcos de Dirac”.

Futuro promissor.

As aplicações para o material, como você deve imaginar, são inúmeras. Segundo Adam Kaminski, um dos cientistas envolvidos no projeto, a aplicação do PtSn4 pode trazer enormes avanços eletrônicos, incluindo na velocidade e eficiência dos computadores, bem como no armazenamento de dados.
Infelizmente, ainda não há qualquer informação sobre possíveis planos para o PtSn4, seja para novos estudos ou em sua aplicação em outras tecnologias. Mas, considerando seu enorme potencial, ele provavelmente vai estar presente no mercado em um futuro não muito distante.
Fonte: tecmundo